Se Ele voltasse hoje!?

Se a volta de Jesus fosse hoje; creio que muitos seriam surpreendidos por haverem ficado, se Ele voltasse nesse momento, creio que muitos ficariam, e aqueles que se diziam estar mais certos da verdade, perceberam que a verdade que eles criam, na realidade era falsa, o Jesus que eles pregavam, é totalmente diferente, é cheio de amor, eles pregavam num Jesus irado, perdoa, e eles falavam que ele condenava.
Se eles tivessem lido a bíblia, sem essa teologia fechada, se eles tivessem visto a obra de Jesus como a obra mais linda de amor; se tivessem percebido o grande amor de Deus, a essência da criação.
Deus criou o homem para ter comunhão com ele, depois que o homem pecou perdeu a vida de Deus e quando Jesus veio ao mundo, Ele falou que veio ao mundo, para que tivéssemos vida e em abundância.
Rob Bell fala em seu livro:

O céu está cheio de gente perdoada.
O inferno está cheio de gente perdoada.
O céu está cheio de gente que Deus ama e por quem Jesus morreu.
O inferno está cheio de gente que Deus ama e por quem Jesus morreu.
A diferença é como escolhemos viver, que história escolhemos escrever, que versão de realidade nós confiamos.
Para Jesus, céu e inferno eram realidades do presente; jeitos de viver, que podemos experimentar aqui e agora. Ele falou muito pouco sobre a vida além desta, porque compreendia que a vida além desta é mera continuação dos tipos de escolhas que fazemos aqui e agora.

Que possamos ver o Jesus que Deus enviou á terra, cheio de amor, que ama as pessoas e as quer ver bem; porque nos somos as jóias da sua criação.
Como meu professor no seminário falou em aula, devemos ler a bíblia como virgens (na teologia) como se fosse a primeira vez, e nos encantar com o grandioso amor de Deus!


Anderson Menger
andermenger@ig.com.br

INSTAGRAM FEED

@AndersonMenger