Além das Quatro Paredes

Estava dentro e me perguntava o porque tinha me prendido, por que tinha deixado me amarrar num negócio que eu mesmo criticava?


Pelas frestas das janelas olhava para fora vendo os pássaros livres voando, levando alimento para seus pequenos filhotes em seus delicados ninhos. Os maiores aprendendo a voar, perdendo o medo e ganhando a liberdade... E eu, defensor da liberdade, me aprisionei!

Também vi que os moradores de rua. Mesmo com suas faces marcadas pelo desprezo e injustiça, eles pareciam melhores do que eu, que me julgava o detentor da verdade.


Me lembrei do tempo que podia falar o que pensava, podia expressar o que sentia, podia fazer o que imaginava. Que saudade me bateu! Mais ainda assim estava preso dentro daquelas quatro paredes. A minha pergunta no meu interior era só essa: Como farei para sair?

A tristeza tentou dominar a minha alma, o que não foi muito dificil de conseguir, por que nos últimos tempos ela havia sido minha parceira. Naquele estado de triteza e melancolia, me assentei sobre um daqueles varios bancos, dentro das quatro paredes, podendo só ver agora o céu pelas frestas da janela.

Olhando para o céu perguntei, a aquele que julgava conhecer, o porque de estar mais preso do antes. Parecia que a resposta iria ser sempre a mesma: o silêncio.

Mas o silêncio que esperava se rompeu, com uma voz que me surpreendeu dizendo: "Para liberdade te chamei, mas você escolheu se prender, a ritos, regras e modelos. Eu estou dentro dessas quatro paredes, sim, mais estou aqui por que você está aqui! Também estou lá fora com aqueles que são desprezados, com os pobres e necessitados!"

Pedi a Ele para me perdoar, por ter esquecido tão rapidamente o que era para mim realizar. Juntamente com o pedido de perdão, perguntei se Ele poderia me libertar e, para minha surpresa, disse que não.

Então me sentindo confuso e humilhado perguntei o porque, e ele me disse que já havia feito isso e, o que eu precisava fazer era simplesmente pegar as chaves no meu bolso e das algemas me libertar. Fiquei perplexo, estava todo esse tempo com as chaves junto comigo e não havia visto!

Me libertei das algemas e saí pela porta que sempre pensei que estivesse trancada, mas ela simplesmente estava encostada. E antes de perguntar, recebi as resposta das minhas indagações: O que prende o homem não são somente as paredes de um lugar e sim o que está dentro da sua mente!

Me lembrei de uma frase: "Conhecerei a verdade e a verdade vos libertará!" E descobri que havia a Vida onde não era para ter e havia liberdade onde aparentava ser um cativeiro!


Descobri que ser o corpo d'Ele não envolve paredes, mas sim, envolvimento com Ele! Quando o conhecemos vemos que não prioriza regras, métodos ou instituições... percebi que já sabia o que Ele valorizava: pessoas, não importando a classe social ou seus bens. Descobri na Verdade, o que era ser igreja, e nela, encontrei a liberdade!


Anderson Menger
andermenger@ig.com.br
Twitter: @andermenger

4 comentários:

  1. Bom dia!

    Uma alegria conhecer seu ótimo blog. O Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti!

    Medite no Salmo 36.8,9

    Nele, Pr Marcelo

    Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

    e veja o texto: As três necessidades do apóstolo Paulo

    ResponderExcluir
  2. .

    Misericórdia, e paz vos sejam multiplicadas.


    Por certo as quatro paredes, tornaram-se religiosas no sentido de aprisionar os homens em dogmas, regras, filosofias, imposições, crendices, e por fim, prendê-los a outros homens que acham-se perfeitos, semi-deuses!!

    Mas, louvemos a Cristo, que por uma vez nos libertou, desfez as amarras malignas, e nos alertou destes homens religiosos e de suas casas religiosas que apelidaram de igrejas!!

    Sejam consolados nossos corações, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para entendimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo, revestimo-nos de amor, que é o vínculo da perfeição.

    Deus nos abençoe nesta rica caminhada, e que os desígnios do Senhor nos mostrem como sermos verdadeiros adoradores, independente das quatro paredes, mas nas tábuas de nossos corações, edificando-nos uns aos outros...


    Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.


    Fraternalmente,


    James.
    Jesus, o maior Amor
    Comunidade "Adoradores em Casas"
    Comunidade "Blogueiros Cristãos"

    ...
    ..
    .

    ResponderExcluir
  3. Olá Anderson!

    Parabéns pelo belo trabalho apresentado em seu blog. Já estou seguindo.

    Aproveito para lhe convidar a conhecer o meu blog, e se desejar também segui-lo, será uma honra.

    Seus comentários também serão muito bem-vindos.

    www.hermesfernandes.blogspot.com

    Te espero lá!

    ResponderExcluir
  4. Ola Anderson.
    Às vezes passamos a vida toda empurrando algo para nos deixar passar, quando na verdade era para puxar a nós, ou seja chamar a si a responsabilidade – só então a porta se abre (pelo lado de dentro), e tudo entao muda; isso é uma intercessão a qual Deus ama e Jesus se glorifica. Amem.

    Estou seguindo seu blog
    Quando tiver um tempo, faça uma visita ao nosso será um prazer telo conosco.

    Fique na paz, e continue escrevendo as mensagens de Cristo.

    ResponderExcluir

INSTAGRAM FEED

@AndersonMenger