A Estrada e o 'Eu Desconhecido'


Percorro caminhos, que imaginei não existirem, que pensava que eram apenas ilusões.

Caminhos que me levam para mais perto de mim, conhecendo assim quem mais temo, o meu ‘eu desconhecido’.

A cada esquina cruzada, a cada pedra chutada, descubro o meu ‘eu’; difícil é a única palavra que consigo sussurrar, o meu pavor é tangível!

A paisagem que os cercam, são as imagens que sempre quis apagar na minha consciência e neles elas têm vida;

Quando entrei nessa estrada, pensei que era forte mas descobri que sou o mais fraco entre os homens, pensei que era sábio mas descobri que minha tolice impossibilita a presença de sabedoria!

Ahh! Como eu queria esquecer tudo isso e calar minha consciência, mas isso não é possível por que ela já foi despertada.

Mas seguindo a estrada me deparei com algo que turvou a lógica, falando que toda minha divida estava paga, o que semeado eu iria colher, mas a culpa já havia sido retirada.

Anderson Menger

Coluna: 2/12/2009

2 comentários:

  1. Meu Irmão tenho acompanha seu blog,E tenho aprendido muito com meu irmão.Um bom fim de semana e muitas e preciosas benção de Deus. Se meu irmão quiser seguir meu blog este é o end.
    http://wwwblogaverdadequeliberta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá anderson, Tudo bem.
    Fiquei feliz em ver seu blog, passei a segui-lo.
    Aproveito para lhe convidar a fazer uma visita no meu: www.ecclesiareformanda.blogspot.com/
    Um abraço
    Alberto M de Oliveira

    ResponderExcluir

INSTAGRAM FEED

@AndersonMenger