As Dificuldades, as esperas e a infância


Quando acordo penso nos problemas que terei que enfrentar na jornada do dia que está a começar; na realidade já começou á um tempo, mas levanto ás 07h30min; então na minha tradicional rotina, salto da cama pego minhas roupas e corro para o santo banho do dia, ao chuveiro tento cantarolar, mas as cordas vocais não parecem querer acordar, então novamente um pensamento me assalta, as dificuldades que terei que enfrentar. E muitas vezes nesses pensamentos me dá vontade de ser criança novamente, pois naquela época a única dificuldade era ir á escola.

Após o banho, olho o relógio e vejo que o banho demorou bem mais que dez minutos, foram mais de meia hora, que se passaram como se fossem três minutos. Agora as preocupações aumentam se vestir, arrumar o cabelo, escovar os dentes, colocar as lentes, e não chegar atrasado. O coração dispara numa batida rápida fazendo a adrenalina pelo corpo circular, na correria me visto sem perceber muito se está combinando o casaco com a calça, arrumo cabelo a moda cafuné, escovo os dentes e parto para colocar minhas lentes. Cerimônia terminada!

Saio correndo desço o morro onde moro e subo pela para chegar à estrada aonde terei que pegar o ônibus, ao chegar à parada sou obrigado a esperar; poucas coisas nos fazem esperar, uma delas é o ônibus. Ao chegar tento ser educado dando preferência para os outros entrarem no ônibus, sendo ultimo a entrar me arrependo, o ônibus acabou de lotar os bancos; na viajem de arranca e para me lembro da infância onde se tivesse que ir num lugar ‘o pai’ levaria; á estava me esquecendo outra coisa que nos faz esperar é o transito. E nessa viajem que provavelmente demoraria dez minutos de caro, lá se vão trinta minutos, e senão me falhe a minha matemática, já são quarenta minutos a mais.

Chego ao trabalho, papeladas para por em ordem, telefonemas a fazer, problemas a resolver, mas nisso já estou quase um “expert”, são tantos todos os dias. Muitas vezes minha mente sofre pequenos blecautes, fazendo-me viajar nos tempos que não tinha que enfrentar as dificuldades da vida de adulto.

São dezoito horas e estou novamente no meu ponto de espera, o ônibus lotado vem no sentido centro-bairro, quando embarco percebo que está mais lotado que de costume. O ônibus fez a curva e na próxima parada para mim é o final da linha, desço do ônibus, e subir o morro novamente, ao subir com as pernas cansadas, mais pensamentos invadem a mente sem sequer pedir licença, mas enfim mais um dia está terminando, entro em casa, sinto-me protegido como uma criança nos braços de seu pai.

Hora de dormir, já são quase uma hora do dia seguinte, ao deitar na cama repasso o dia em pequenos flashes, torcendo para que as cenas que hoje se passaram não se repitam, e torcendo que os flashes da minha infância retornem.

No final só restam perguntas, será que isso um dia vai mudar? Vou encontrar alívio ao acordar? E a pior das perguntas de um homem invade a minha mente: será que poderei criança novamente me tornar!

Aff! Cansado desse frenesi!

Anderson Menger

andermenger@ig.com.br

10 comentários:

  1. to te seguindo me segui ... bj

    ResponderExcluir
  2. massa seu texto...

    depois dá um pulo lá no meu blog!

    www.1pequnoprincipe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto pq pra fugir do stress do dia a dia me torno Criança em alguns momentos!

    ResponderExcluir
  4. Viajei no seu texto profundamente... como as coisas seriam facéis se tudo fosse diferente. Lembro de que quando criança tinha pressa pra crescer, viver tudo em um minuto se possível, mas eu mal sabia que um dia tanta falta sentiria de ser criança novamente...

    ResponderExcluir
  5. Oi vim te vistar!
    Gostei muito do seu Blog!
    De só uma olhada no meu e deixe um comentario...rsrsrs...
    Bjs!
    http://receitasdatatialves.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Acabei de clicar no link que esta no seu Twitter e ME APAIXONEI pelo Blog.... Boas ideias, historias interessantes... Advinha, tive que te seguir! haha

    Bjoo.. PARABENS !

    ResponderExcluir
  7. Acho que o melhor da vida é tentar curtir ao maximo o presente, senão dias virão em que vamos ter saudade do que estamos vivendo hoje...

    ResponderExcluir
  8. Boa Noite!
    Amei seu blog.
    Interesante.
    Quero desejar uma boa semana....bjim

    ResponderExcluir
  9. Amei! Verdadeiro demais seu blog. Chorei.

    ResponderExcluir
  10. ME GUSTA TU MANERA DE VER LA VIDA,AUNQ ENTIENDO POCO EL BRASILEIRO,ENTIENDO Q ES LO IMPORTANTE.

    ResponderExcluir

INSTAGRAM FEED

@AndersonMenger